Enabling the Future Internet for Smart Cities

Enabling the Future Internet for Smart Cities

News

Seminar in partnership with INES 2.0: REFlex Water

September 27, 2017 3:39 pm

On September 29th, 2017, Ricardo Massa Ferreira Lima presented the REFlex Water engine.

Abstract: This project proposes the conception of a novel water management framework, called REFlex Water, that uses declarative business processes to specify the management policies and to control the actions of water managers. The main component of REFlex Water is the REFlex Rule Engine, which analyzes the rules of the declarative business process to identify inconsistencies or threats to the correct execution of the process. The engine controls the process execution, avoiding conflicts (deadlocks or livelocks) and the state space explosion observed in the existing engines. The REFlex Water framework integrates three main technologies: (1) IoT infrastructure for water management systems; (2) the REFlex Rule Engine for executing declarative processes; (3) CEP (Complex Event Process) Engine for interpreting great amount of sensors data in real time. Many works has addressed the first technology. This project innovates in integrating these three technologies into a single water management framework. We believe that declarative processes can provide the desired freedom the water managers need to perform their daily controlling activities, which relies mostly on their experience, but keeping the control over strict water policies. Likewise, the CEP engine brings the capacity for compiling signals from a complex network of sensors into a contextual water management information in real-time. Therefore, we expect to produce a complete solution for the efficient and safe management of complex water systems.

Mini-bio: Ricardo Massa Ferreira Lima is an assistant professor at Informatics Center of the Federal University of Pernambuco. Ricardo received his PhD degree in computer science from Federal University of Pernambuco, in 2000. He was a post-doc in the formal methods group at Chalmers University of Technology, Sweden, in 2001. Since 2010, Ricardo has been investigating the development of efficient and safe engines for executing declarative business processes as well as the application this technology in industrial scenarios. He supervised 2 PhD thesis and 3 MSc dissertation on these topics. Currently, four PhD students are working on themes related to the REFlex Water project.

Seminar in partnership with INES 2.0: DSML para modelar visualmente consultas em streams.

September 21, 2017 5:24 pm

On June 5th, 2017, InterSCity and INES 2.0 jointly presented a GUI for creating Complex Event Processing (CEP) rules, using a Model-Driven Development (MDD) template.

Resumo: Uma das principais ferramentas tecnológicas utilizadas no contexto de Smart Cities é o CEP, que pode ser considerado uma boa solução para lidar com o aumento da disponibilidade de grandes volumes de dados em tempo real. Com intuito de diminuir a complexidade dessas ferramentas, algumas soluções têm utilizado uma abordagem de modelos MDD. Neste trabalho apresentamos uma GUI para criação de regras de CEP, utilizando MDD.

 

Seminar in partnership with INES 2.0: Técnicas de Visualização Interativa de Dados para Análise de Dados Urbanos

September 9, 2017 11:21 pm

In this lecture, Nivan Roberto Ferreira Junior described recent data visualization techniques for allowing analysts to explore big urban data in a interactive way.

When: August 11th, 2017

Where: UFPE

Resumo: Tirando proveito do poder das tecnologias de computação gráfica modernas e do poder do sistema visual humano, as técnicas de visualização interativa são reconhecidas como ferramentas poderosas no processo de análise de dados. Essas técnicas incluem aspectos visuais e algorítmicos e têm sido aplicadas para ajudar especialistas das áreas de planejamento urbano, engenharia de transportes e arquitetura.

Seminar in partnership with INES 2.0: InterSCSimulator, um simulador de Cidades Inteligentes.

September 9, 2017 10:50 pm

On August 25th, 2017, Eduardo Santana presented the first version of InterSCSimulator, a Smart Cities open code, extensible and large scale simulator. The seminar may be watched on YouTube

Resumo: Um simulador de Cidades Inteligentes necessitará representar um grande número de atores, como carros, edifícios e linhas de transmissão de energia. Nessa versão já é possível simular cenários de trânsito, inclusive com transporte público, com milhões de atores em um mapa real de uma grande cidade.

Seminar in partnership with INES 2.0: O ecossistema da plataforma InterSCity

June 28, 2017 4:05 pm

On June 26th, 2017, InterSCity and INES 2.0 had another issue of their periodic joint seminar when Arthur Del Esposte discussed the InterSCity platform. The seminar was transmitted in realtime and may be watched on YouTube.

Resumo: Apesar dos vários avanços nas tecnologias de middleware para suporte às Cidades Inteligentes do futuro, ainda não existem plataformas amplamente aceitas. A maioria das soluções existentes não oferece a flexibilidade necessária para serem compartilhadas entre as cidades. Além disso, o vasto uso e o desenvolvimento de software proprietário levam a problemas de interoperabilidade e limitam a colaboração entre os grupos de P&D. Neste seminário, apresentaremos as principais linhas de pesquisa atualmente desenvolvidas pelo grupo do IME/USP no contexto do INCT da Internet do Futuro para Cidades Inteligentes. Mais espeficamente, apresentaremos a Plataforma InterSCity, uma plataforma de código aberto cujo objetivo é facilitar o desenvolvimento de pesquisas, aplicações e serviços sofisticados para Cidades Inteligentes. Dentre outros tópicos, iremos abordar a sua arquitetura de microsserviços, aplicações e sua integração com o Simulador de Cidades Inteligentes também desenvolvido no IME-USP.

Presentation at USP: Tecnologias de participação: introdução aos requisitos de informação para políticas públicas

June 28, 2017 3:59 pm

On May 15th, 2017, André Leirner has offered a presentation at USP on how to leverage citizen participation in public administration.

Resumo: Cidades inteligentes pressupõe serviços públicos efetivos e responsivos ás demandas sociais. Mas como colher essas informações? Como garantir que um ambiente inteligente seja assistivo invés de manipulativo? Como identificar demandas prioritárias especificas invés de orientar-se pela demanda majoritária? Para investigar essas questões vamos observar um caso crítico, que é o da representação no contexto democrático. Vamos conhecer os dilemas da representação democrática, o ciclo das politicas publicas e examinar quatro modelos concretos de uso da tecnologia para tomada de decisão nesse contexto. Dentre esses modelos, observaremos com maior cuidado um modelo desenvolvido a partir das atividades do LAB-XP, do IME, já operacional.

Mini-bio: Andre Leirner é arquiteto pela FAU-USP, possui mestrado em Design Experimental pela Architectural Association de Londres e mestrado em Administração Pública e Governo pela FGV-EAESP. É atualmente pesquisador do Núcleo de Democracia e Ação Coletiva do CEBRAP, Centro Brasileiro de Análise e Planejamento e professor convidado da Oficina Municipal. Desempenhou também atividades de pesquisa e desenvolvimento na disciplina LAB-XP do IME-USP. Nas suas atividades profissionais trabalhou como consultor em TIC e em Sistemas de Governança para o Banco Inter-Americano de Desenvolvimento, Onu Habitat e Banco Mundial. É primeiro Dan de Karatê, divorciado duas vezes e dono de um casal de gatos.

Best Student Paper Award

May 10, 2017 7:50 am

The paper InterSCity: A Scalable Microservice-based Open Source Platform for Smart Cities has received the Best Paper Award of the 6th International Conference on Smart Cities and Green ICT Systems!